Oi gente!
Desculpa o sumiço!
Fiz uma viagem incrível de 3 semanas, o que me impossibilitou de escrever pro blog, mas estamos de volta e vim trazer as novidades dos posts que vem por aí

Vamos falar de maquiagem! Não é novidade que as criadoras do blog amam make né? E veio novidade dos States! Vamos falar nos próximos posts da paleta da Jaclyn Hill junto com a Morphe Brushes! E vou contar o que achei da loja deles lá em Los Angeles.
Também vamos falar de batons ousados como Dirty Money e Androgeny do Jefree Star!!!!!!!

Além disso, quero compartilhar algumas coisas da viagem que fiz, pros Estados Unidos, então vem posts beeeem americans por aí

Espero que estejam animados pra reta final desse ano, eu sei que eu to! Nem acredito como esse ano passou rápido.

Aguardem que vem posts aí e muito mais novidades do Divalogia

Beijoooooooooos

Olá pessoal
Ontem foi a estréia de Life of Kylie no canal E!. Lógico que nós acompanhamos.
Confesso que não fiquei nem um pouco impressionada com nada. Já na introdução vi a pegada deles para este reality.
Diferente de sua irmã mais velha, Kim kardashian, Kylie é mais “na dela”. Ela sempre diz que não nasceu pra essa vida, que queria ter uma vida normal, que não sabe o que é sair na rua e não ter gente gritando o nome dela e tirando fotos. Eu imagino o caos que deve ser viver desse jeito, e também entendo o fato de que ela nasceu nesta família, cresceu em frente as câmeras e quando viu, boom! Era conhecida em lugares do mundo que nem sabia que existia.
A idéia do reality é justamente mostrar isso, esse lado dela. Ela mesmo diz que foi colocada nessa vida, mas assume responsabilidade quando fala que ela se aproveita disso. Ela se mantém relevante o tempo todo nas redes sociais etc. Se ela quisesse se manter mais isolada, talvez fosse diferente. Disse ela que faz isso pela marca dela Kylie Cosmetics. Não sabemos….
Confesso ter achado os dois episódios bem fraquinhos. Mostra que ela tem tempo livre demais para fazer nada, enquanto ganha milhões ao mesmo tempo. Muitos queriam ter a vida dela obviamente, mas ela fala uma coisa legal: mesmo ela tendo dinheiro para comprar o carro e a casa que quiser, ela se sente realmente feliz quando pode agir como uma menina de 19 anos normal.
Teve uma cena dela e da amiga na praia que foi ridiculamente patética, foi pra sensibilizar a garotada e deixar Kylie com uma imagem mais acessível vamos dizer. Ela até que parece ser bem gentil e acho isso de todas as irmãs, que de fato, sou fã. Mas o programa das irmãs é bem mais interessante.
Pode ser que eu já esteja saturada de Kardashians e Jenners e por isso esse sentimento, mas a verdade é que elas não vão sumir tão cedo. Em alguns anos inclusive tenho certeza que teremos reality da geração mais nova mostrando North, Saint, Mason, Penelope, Rain e Dream vivendo suas vidas. Escreve o que estou dizendo.
De qualquer forma, pra você que achou interessante, o programa passa as terças feiras, 22h no canal E! São dois episódios de meia hora cada e quando acabar você vai estar com a sensação estranha de que quer e não quer a vida dela.

Se minha colega Thaise quiser escrever sobre também, fique a vontade.
E vocês? Ficaram curiosos? Compartilhem aqui
mil bjos
Natalie

Olá pessoal
Como vão?
Trago aqui mais uma resenha de batom ( eu sei que são muitas, mas é porque a gente realmente ama batom!). O lindão dessa vez é o Young Attitude da MAC. Ele é da coleção Retro Matte e é aquele estilo diferentão. Ele é nada mais nada menos que um azul turquesa enegrecido. Pois é, eu gosto desses batons diferentes, mas como já havia comentado gosto mais quando eles são escuros, pois sinto que valoriza a minha pessoa.
O batom pelo jeito fez muito sucesso nos EUA e por aqui também. Galera tá ousada hein!
A durabilidade dele é bem boa, não precisei passar muitas camadas, e ele é bem sequinho por ser líquido, né? Eu sempre sofro um pouco com a secura desses batons, mas aí passo um pouco de hidratante labial e fica tudo certo.
A cor é linda, durabilidade boa, não muito seco, só o preço que é aquela coisa né..preço de MAC.
Mas olhando aqui na minha coleção achei um dupe dele: Verty da Max Love.
A cor é muito parecida e o preço é ridiculamente mais baixo, mas a qualidade deixa a desejar. Comprei o Verty ano passado e logo que passei na boca fiquei apaixonada, porém assim que passei o dedo ele esfarelou todo. Então quando a MAC lançou esse tive que comprar.
Fica a dica da semana, vou colocar algumas fotos dele aqui

o de cima é o Young Attitude e o de baixo Verty

É isso amores
Até o próximo post!

Nat

Fala galera!
Não é segredo pra ninguém que os batons acizentados estão super em alta, certo?
Tem inclusive vários posts aqui sobre isso.
Até então minha avó não tinha entrado no clima, maaaaaas no domingo passado eu e ela estávamos andando no shopping e passamos pela loja Boticário. Quando minha avó estava vendo as maquiagens, algo chamou sua atenção: um batom líquido acizentado.
Não preciso dizer mais nada né? Eu estava usando o meu Hermione em bala e até a moça da loja falou que era muito parecido, mas minha avó comprou mesmo assim. Pra mim foi ótimo, já que roubo todas as maquiagens dela.
De fato experimentei o batom e estou impressionadíssima com algumas coisas.
– textura- por ser um batom líquido ele é bem seco, mas é super confortável na boca.
– duração- não tive a chance de usar por um dia inteiro, mas ele resistiu à comida, bebida e até hidratante labial.
– cor- a cor é lindíssima, típico rosa/uva/lilás acizentado. Minha avó achou lindo, pois ela falou que não era mega chamativo.
Eu expliquei pra ela que, como o batom tem um tom frio, ele é escuro, as pessoas sabem que você está de batom, mas ele não fica chamativo. Se fosse uma cor mais quente, mesmo que mais clara, chamaria mais atenção.
Ah! Ele é da linha Comfort mate, por isso fica tão confortável na boca!

Então está aí mais uma recomendação: batom líquido Taupe Chic da Boticário

Um beijo e até a próxima

Nat

Olá pessoal
Primeiramente desculpa por não ter postado nada nas últimas duas semanas, foi uma época corrida na minha vida e não tive tempo de me dedicar aos posts do blog. Mas a Tatá deu conta do recado rs.
Vim falar hoje de um reality bem famoso nos Estados Unidos e aqui, chamado Little Women L.A. Aqui no Brasil se chama Pequenas grandes mulheres.
É um programa que mostra a vida de mulheres de estatura pequena e como é o cotidiano delas. Típico reality show, que de reality não tem nada. A série bombou tanto que já existem vários spin-offs dela como Little Women NY, Little Women Atlanta e o mais recente: Little Women Dallas, que também estou amando.
Ontem estreou a nova temporada no Lifetime aqui no Brasil e adorei! Fiquei um pouco impressionada com o fato de que praticamente todas elas tiveram filho e estão com problemas de saúde, mas fora isso, continuam as mesmas.
As “personagens” são Terra, que acredito eu que é a produtora da série e pelo jeito um dos nomes mais conhecidos na comunidade de pessoas pequenas dos EUA. Tonya, melhor amiga de Terra, tem uma filha de estatura average. Brianna, a mais baixinha de todas, Elena, uma russa que se casou com um americano e que hoje eles tem dois gêmeos, entre outras…
A idéia do reality é bem bacana, pois mostra a realidade dessas mulheres e homens também, e como nosso mundo não é preparado para pessoas pequenas. Também mostra que elas têm vida normal, vida sexual normal com pessoas pequenas ou não, e tem filhos pequenos ou não.
Super indico a série. Passa as 22:50 no Lifetime e é legal pra abrir os olhos um pouco pro mundo.
A única coisa que eu mudaria é o fato delas brigarem tanto. É briga demais por coisa de menos, mas pelo jeito o público curte, pois todos os spin-offs apostam nas tretas também. Não sei se elas querem provar que podem ser fortes, aí acabam valorizando demais as brigas. De qualquer forma, é um entretenimento.

Fica a dica da semana
um bjoooooo
Nat

Olá pessoal
Hoje venho falar de mais maquiagem. Dessa vez o tópico é o lindo MAC Halsey.
Ano passado a MAC lançou uns produtos lindos inspirados em alguns artistas da música numa coleção chamada MAC Future Forward. Esse batom no caso foi formulado/ inspirado na cantora Halsey, que sinceramente eu não conhecia antes disso.
A primeira coisa que gostaria de dizer é que tanto eu quanto Thaise testamos o batom. Como Thaise tem a pele negra e eu sou bem branquinha, ficaram muito óbvias as diferenças entre uma e outra.
Pelo batom ser cinza (cinza mesmo, não acizentado!) ele tem uns subtons azuis, que no caso apareceram mais na pele negra da Tatá. Na minha pele ficou mais cinza escuro mesmo.
A fórmula é a dos batons em bala da MAC mesmo, super confortável, super ousado. Ele não é exatamente matte, é mais cremoso. Foi bem fácil de tirar com papel seco pra ter uma idéia.
Ele foi edição limitada, então quem comprou, comprou.
Vale dizer que o cinza já faz sucesso na moda há algum tempo, você vê em cabelos, em make, em unha. Pessoalmente acho uma cor super chique e deixa a gente com cara de elegante.
Vou postar um vídeo aqui de uma menina experimentando o batom pra vocês poderem ver. Eu sou apaixonada! Como já disse em posts anteriores, eu curto cores “diferentes”, desde que sejam escuras. Verde escuro como Crocodile Tears do Jefree e agora Halsey cinza escuro da MAC.

Espero que tenham gostado!
Beijos em todos e todas
Nat

Olá!
Venho hoje trazer mais uma recomendação Youtubística!
Muita gente já deve conhecer esse rapaz bonito e inteligente, mas venho apresentar Frederico Elboni.

Quem me apresentou o canal dele foi minha amiga Thaise, que escreve pro blog também, e a pressão desse post é grande, pois além dela ser super fã dele, ele ainda é escritor. E sei que as chances dele ler isso são pequenas mas vai saber….. Fred, se você estiver lendo isso, um beijo grande pra você. Esse post foi feito com carinho.

Mas Nat? Sobre o que esse menino fala?

Então, o Fred fala sobre diversos assuntos como: relacionamentos, pessoas, crônicas, homens, mulheres…um monte de coisa.
Assistindo a alguns vídeos dele nesta semana escolhi alguns preferidos para postar aqui.

Esse eu assisti novamente e precisei vir postar sobre ele, porque o cara é bom. Além de muito inteligente, sinto que ele consegue passar exatamente a mensagem que ele quer passar em seus vídeos.

Nesse outro vídeo ele fala sobre uma menina que dá em cima dele e ele não quis nada com ela, e por isso ela achou que ele fosse gay. Adoro que ele problematiza esse fato de forma bem natural e didática, dizendo que não há problema algum em ser gay, em primeiro lugar. E mais, só porque ele é homem significa que ele tem que “comer todas”? Isso é maravilhoso!

O bacana do Youtube é dar a chance de pessoas como o Fred de terem um canal e poderem comunicar esse tipo de coisa para o público. Como ele mesmo fala nesse vídeo, ele já está resolvido com a sexualidade dele etc, mas muitos meninos mais novos ou meninas deixam de fazer atividades relacionadas a arte etc por medo de serem rotulados de gay etc, mas, se forem gays de fato isso não é demérito algum.

Vale a pena pensar.

Além do canal, o Fred já lançou livros também, os quais infelizmente não tive ainda a chance de comprar e ler. Mas quando acontecer farei minha crítica aqui com certeza.

A geração das autoras desse blog não teve Youtube na adolescência , e sinceramente, adoraria ter tido!
Talvez teria entrado em contato com tantas outras coisas e pessoas, além do mundinho e da bolha que vivíamos.

Fica a minha recomendação da semana: https://www.youtube.com/channel/UCoIZHt3m3j-25IS64HjQUVA

Não deixem de acompanhar o blog, e se inscrevam no canal do Fred!

Bjos e como ele mesmo diz, espero que tenham dado um sorriso ou dois.

A dica de hoje é para aquelas que querem dar um up no sorriso sem gastar muito. Quem não gosta de um sorriso bonito e branquinho, não é verdade? Porque de nada adianta usar aquele batom BAPHO, se os dentes estão amarelados. E tem umas cores destacam ainda mais o amarelado.

Nunca fiz clareamento caseiro com moldeira e acompanhamento do dentista, mas já fiz aquele a laser no consultório. Confesso que me arrependi depois. Além de caro, no dia do procedimento a sensibilidade nos dentes é quase insuportável. E também não gostei muito do resultado. Parecia um branco encardido.

Depois disso, procurei outros métodos que venho utilizando até hoje, e têm dado certo. A caneta branqueadora e as fitas branqueadoras. A caneta é boa para clarear as áreas que a fita não consegue pegar. Mas é importante não abusar, para não causar sensibilidade. Sempre uso uma vez a cada 6 meses, durante uma semana só. E sempre alterno, um dia uso a fita, no outro a caneta. É fácil encontrar as duas opções no Mercado Livre, por até R$ 30.

Para quem está disposta a gastar mais um pouquinho, a pasta Curaprox, aquela pasta preta que custa em média R$ 118, também pode ser uma opção. Eu já usei, e acho que, comparada as outras pastas de dentes, ela mais manteve o efeito da fita e da caneta, do que clareou de fato. E o tubo durou meses, por isso, achei que valeu o investimento. Ah, lembrando que essas dicas não vão valer muito se você tiver alguma restauração nos dentes em resina.