Fala, galera!

Feliz Ano Novo! Espero que esse ano todos tenham muita saúde, sucesso, dimdim e maquiagem!
Por que não!?

Queria dizer que temos vários planos pro nosso blog lindo e as postagens ficarão mais frequentes, tanto aqui como no Instagram.

Eu sei que já postei sobre isso, mas decidi voltar ao assunto. No final do ano passado rolou uma treta entre uma Youtuber e um comediante, que deu início a uma hashtag #gordofobianaoepiada

Eu vou divulgar aqui 4 canais bem interessantes que falam desse assunto…Ainda mais agora no verão do Rio de Janeiro, muita gente diz que está em projeto fitness, projeto verão, querendo dizer quem tem que estar lindo e gostoso para curtir o sol. E a verdade gente, que eu demorei muito pra entender, é que um corpo de verão é um corpo que está curtindo o verão. Simples assim. To aprendendo muito a lidar com isso ultimamente. Fico pensando como tanta gente deixa de fazer passeios agradáveis, curtir um sol no rosto pelo simples fato de ter vergonha de expor o corpo. Isso tá muito errado!

Então não espere emagrecer, não espere a coxa ficar menor, o cabelo ficar mais longo, aquela estria ou celulite sumir. Curta agora! A vida é muito curta!

Vou deixar aqui os canais desses lindos. Espero que vcs gostem!
Cuidem do corpitcho. Coloca um protetor, um biquini lindo e tipo assim…se joga!

Alexandrismos- https://www.youtube.com/channel/UC2LQ5jMieMZjb5k5Gprp2JQ/featured

Bernardo Fala- https://www.youtube.com/channel/UCv1RFVLBWD-cqUwocOF2qKQ

Caio Revela- https://www.youtube.com/channel/UCsMcrlobknjb1W56xlEBBMg

Tá Querida- https://www.youtube.com/channel/UCVEVuanoMK9tGclfWLghaKw

Um ótimo ano para nós!

Vem conferir esses também!

Vamos falar de maquiagem! Não é novidade que as criadoras do blog amam make né? E veio novidade dos States! Vamos falar nos próximos posts da paleta da Jaclyn Hill junto com a Morphe Brushes! E vou contar o que achei da loja deles lá em Los Angeles.
Também vamos falar de batons ousados como Dirty Money e Androgeny do Jefree Star!!!

Além disso, quero compartilhar algumas coisas da viagem que fiz, pros Estados Unidos, então vem posts beeeem americans por aí

Espero que estejam animados pra reta final desse ano, eu sei que eu to! Nem acredito como esse ano passou rápido.

Aguardem que vem posts aí e muito mais novidades do Divalogia

Ontem foi a estréia de Life of Kylie no canal E!. Lógico que nós acompanhamos.

Confesso que não fiquei nem um pouco impressionada com nada. Já na introdução vi a pegada deles para este reality.

Diferente de sua irmã mais velha, Kim kardashian, Kylie é mais “na dela”. Ela sempre diz que não nasceu pra essa vida, que queria ter uma vida normal, que não sabe o que é sair na rua e não ter gente gritando o nome dela e tirando fotos. Eu imagino o caos que deve ser viver desse jeito, e também entendo o fato de que ela nasceu nesta família, cresceu em frente as câmeras e quando viu, boom! Era conhecida em lugares do mundo que nem sabia que existia.

A idéia do reality é justamente mostrar isso, esse lado dela. Ela mesmo diz que foi colocada nessa vida, mas assume responsabilidade quando fala que ela se aproveita disso. Ela se mantém relevante o tempo todo nas redes sociais etc. Se ela quisesse se manter mais isolada, talvez fosse diferente. Disse ela que faz isso pela marca dela Kylie Cosmetics. Não sabemos….

Confesso ter achado os dois episódios bem fraquinhos. Mostra que ela tem tempo livre demais para fazer nada, enquanto ganha milhões ao mesmo tempo. Muitos queriam ter a vida dela obviamente, mas ela fala uma coisa legal: mesmo ela tendo dinheiro para comprar o carro e a casa que quiser, ela se sente realmente feliz quando pode agir como uma menina de 19 anos normal.

Teve uma cena dela e da amiga na praia que foi ridiculamente patética, foi pra sensibilizar a garotada e deixar Kylie com uma imagem mais acessível vamos dizer. Ela até que parece ser bem gentil e acho isso de todas as irmãs, que de fato, sou fã. Mas o programa das irmãs é bem mais interessante.
Pode ser que eu já esteja saturada de Kardashians e Jenners e por isso esse sentimento, mas a verdade é que elas não vão sumir tão cedo. Em alguns anos inclusive tenho certeza que teremos reality da geração mais nova mostrando North, Saint, Mason, Penelope, Rain e Dream vivendo suas vidas. Escreve o que estou dizendo.

De qualquer forma, pra você que achou interessante, o programa passa as terças feiras, 22h no canal E! São dois episódios de meia hora cada e quando acabar você vai estar com a sensação estranha de que quer e não quer a vida dela.

Se minha colega Thaise quiser escrever sobre também, fique a vontade.
E vocês? Ficaram curiosos? Compartilhem aqui!

Vem conferir esses também!

    Vim falar hoje de um reality bem famoso nos Estados Unidos e aqui, chamado Little Women L.A. Aqui no Brasil se chama Pequenas grandes mulheres.

    É um programa que mostra a vida de mulheres de estatura pequena e como é o cotidiano delas. Típico reality show, que de reality não tem nada. A série bombou tanto que já existem vários spin-offs dela como Little Women NY, Little Women Atlanta e o mais recente: Little Women Dallas, que também estou amando.

    Ontem estreou a nova temporada no Lifetime aqui no Brasil e adorei! Fiquei um pouco impressionada com o fato de que praticamente todas elas tiveram filho e estão com problemas de saúde, mas fora isso, continuam as mesmas.

    As “personagens” são Terra, que acredito eu que é a produtora da série e pelo jeito um dos nomes mais conhecidos na comunidade de pessoas pequenas dos EUA. Tonya, melhor amiga de Terra, tem uma filha de estatura average. Brianna, a mais baixinha de todas, Elena, uma russa que se casou com um americano e que hoje eles tem dois gêmeos, entre outras…
    A idéia do reality é bem bacana, pois mostra a realidade dessas mulheres e homens também, e como nosso mundo não é preparado para pessoas pequenas. Também mostra que elas têm vida normal, vida sexual normal com pessoas pequenas ou não, e tem filhos pequenos ou não.
    Super indico a série. Passa as 22:50 no Lifetime e é legal pra abrir os olhos um pouco pro mundo.

    A única coisa que eu mudaria é o fato delas brigarem tanto. É briga demais por coisa de menos, mas pelo jeito o público curte, pois todos os spin-offs apostam nas tretas também. Não sei se elas querem provar que podem ser fortes, aí acabam valorizando demais as brigas. De qualquer forma, é um entretenimento.

    Fica a dica da semana.
    um bjo!

    Vem conferir esses também!